sábado, 17 de abril de 2010

Sonhos?



São
Realidades difusas
Medos atraentes
Ideias confusas
Alegrias aparentes
.
Caminhos inebriantes
Noites ensolaradas
Dias agonizantes
Pessoas entranhadas
.
Um frio escaldante
Uma caldeira congelante
Um inferno que purifica
E um céu que mortifica
.
Caos e paz, ódio e amor
Dualidades insignificantes
São forças "incontrolantes"
Que a cura se alimenta da dor.

Elmo da Vinci Zaratustra

5 comentários:

@SkunkRDjs disse...

Parabéns pelo blog cara!


questaoderaciocinio.blogspot.com

MENINA LESBICA disse...

Nossa vc escreve mtooooo bem!
=O

Vanda Ferreira disse...

adorei "São
Realidades difusas
Medos atraentes
Ideias confusas
Alegrias aparentes"

ADOREI MESMO! só ali você ja definiu o que é sonho, pelo menos para mim.

sucesso no blog!
to te seguindo tb!

Mente Iusionista disse...

Mais que sonho... esse seu poema reflete a condiçao humana.

Fátima disse...

Muito esse texto realista, que vc nos mostra em poema.

Se quiser me visitar fique à vontade.

Bjs, Fátima

Postar um comentário

Reflita sem moderação!